Como lidar com as contas a pagar da sua empresa?

departamento paralegal

Como lidar com as contas a pagar da sua empresa?

Como lidar com as contas a pagar da sua empresa? 1200 668 Controle Agora

Considerando a situação financeira que o país se encontra há alguns anos, é muito comum ouvir sobre o descontrole de contas tanto pessoais quanto empresariais. Mas é importante saber que existem alguns costumes e processos que podem ser criados para evitar essa dor de cabeça.

Ao abrir uma empresa, você se depara com vários passos. Para legalizá-la, é preciso segui-los à risca, afinal, somente assim tudo entrará nos eixos. Junto com a realização de seu sonho e conquista da nova empresa, chegam também responsabilidades, entre elas, contas a pagar.

Ou seja, as contas a pagar começam junto com a abertura da empresa e são basicamente as obrigações financeiras que a empresa assume com seus fornecedores, funcionários e com a sede que se encontram. E não tem como ser diferente, afinal, a manutenção das atividades de uma empresa, por si só, gera contas a pagar.

Mas o que muitos não sabem, é que na grande maioria das vezes, as empresas têm dinheiro para pagar os compromissos e se perdem, por falta de organização.

Financeira

Afinal, qual a importância da organização para gestão financeira?

O ponto principal para uma boa gestão financeira é a organização das contas a pagar, pois ela ajuda na conferência do caixa e ainda evita que sejam feitos pagamentos em duplicidade ou até mesmo para o fornecedor errado. E sim, por mais absurdo que pareça isso pode acontecer se não haver uma separação e controle de pagamentos por mês, finalidade e pagou ou a pagar.

Além disso, é importante lembrar: as empresas também arcam com multas, juros e encargos. Então, independente do fluxo de entrada de dinheiro, é sempre importante que a gestão tenha programado os valores para quitar os débitos na data correta ou mesmo com antecedência, em casos de descontos por pagamentos antecipados. Isso porque, dessa forma, são evitados gastos desnecessários, além de trabalho extra para os gestores.

Não podemos esquecer também, que ao se tratar de impostos e taxas, pode ocorrer do vencimento cair aos finais de semana ou feriados, mas diferente do padrão, nesse caso o pagamento deve ser feito um dia antes do vencimento, caso contrário é considerado como vencido e será cobrado juros dessa conta.

Vale lembrar que um processo obrigatório das empresas, é a emissão de Nota Fiscal Eletrônica, para todo serviço prestado ou compra efetivada ou feita. Essa é uma questão legal, porém mais que isso, ajuda o setor financeiro no registro das contas e a não se perder nos pagamentos feitos. E para complementar, o uso de planilhas pode melhorar todos os pagamentos mensais e pontuais que surgem no decorrer do mês, dando o tempo hábil necessário para a programação dos pagamentos na data correta.

Financeira

E no caso de pequenas empresas ou iniciantes?

Como dito no início do texto, as contas a pagar começam no mesmo momento (e às vezes, até antes) da abertura da empresa, então nunca é cedo demais para colocar em prática a gestão e controle financeiro. Até porque a falta de conhecimento dos compromissos assumidos é a maior razão do descontrole das finanças.

Além disso, é muito comum que em micro e pequenas empresas, sociedades e empresa em abertura, os proprietários misture os lucros e valores da empresa com os pessoais e consequentemente, as contas pessoais e da empresa, tornando-as uma coisa só. Sendo o cenário ideal para a bagunça das contas.

Por isso, antes de mais nada, é essencial que seja feito a separação das contas das pessoas físicas, ou seja, dos proprietários, e das contas da pessoa jurídica. Também, dos valores para finalidades da empresa, do lucro e do que é determinado como pagamento de cada sócio.

Fluxo de Caixa

Se você nunca ouviu falar do fluxo de caixa, esteja preparado para conhecer um dos melhores amigos de uma gestão financeira bem organizada. Esta é uma ferramenta muito utilizada pelas ciências contábeis, um instrumento de gestão financeira que projeta todas as entradas e saídas de uma empresa, pelo tempo determinado, indicando como será o saldo de caixa dentro desse período.

Sendo assim, com a implementação desse processo, você consegue analisar todo o valor recebido e os gastos que a empresa terá, ou seja, os pagamentos de fornecedores, funcionários, as pequenas despesas, investimentos e etc.
Através dele, é possível analisar a situação financeira do seu negócio e descobrir quais épocas de maior e menor fluxo de dinheiro, além de poder programar os pagamentos da empresa, sem esquecimentos e surpresas.

Financeira

Mas mesmo com todas as dicas e depois de saber melhor sobre como controlar as contas a pagar da sua empresa, todos estão sujeitos a um deslize e acabar se deparando com dificuldades, mas antes de deixar se enrolar nas dívidas, vá atrás e renegocie os valores o quanto antes!

Se gostou e se interessou pelos processos, não perca tempo e Controle Agora todas suas contas, nós podemos te ajudar. E para não perder nenhuma dica, fique atento no blog e não perca os próximos artigos.