Como funciona o acesso ao banco para empresas?

acesso ao banco

Como funciona o acesso ao banco para empresas?

Como funciona o acesso ao banco para empresas? 1200 668 Controle Agora

O acesso ao banco por pessoas físicas é do conhecimento de todos. Porém, quando se fala de pessoa jurídica, alguns detalhes tendem a ser diferentes.

Se você está começando um negócio agora, ou deseja conhecer melhor a relação entre bancos e empresas, saiba tudo a seguir.

Conta bancária para Pessoa Jurídica

Independente do número de funcionários que você tenha em sua empresa, ao tornar-se pessoa jurídica, automaticamente uma série de vantagens bancárias são garantidas. Portanto, não há dúvidas do benefício em contar com os serviços de um banco.

Para abrir sua conta, é preciso:

1º: Escolher um banco de sua confiança, e que também atenda as demandas do seu negócio. Neste momento, é preciso comparar tarifas, vantagens e exclusividades.

2º: Unir a documentação, que consiste em CPF e RG do empreendedor, CNPJ, comprovante de endereço e certificados da empresa. Vale lembrar que os documentos exigidos podem variar de banco para banco.

3º: Mantenha um bom relacionamento com o banco e cumpra com as suas obrigações. Desta maneira, você terá sempre muitas vantagens e preferências.

Acesso ao banco

Com o advento dos aplicativos e outras tecnologias, ir até uma agência bancária física nem sempre é necessário, pois diversas tarefas podem ser feitas diretamente do computador e/ou smartphone.

Pensando nisso, no momento de escolher o banco para a abertura da conta, é essencial levar em conta a acessibilidade oferecida pela instituição.

Para ter o acesso aos aplicativos e outras ferramentas, em alguns casos, pode ser necessário que o empreendedor se desloque até o banco para liberar o acesso. Neste momento, será fornecida uma chave de acesso e/ou senha.

Outros bancos disponibilizam o Token, um dispositivo que contém criptografia para que o acesso ao banco seja seguro através da internet.

Funções disponíveis

É preciso ter em mente que cada banco trabalha de uma maneira, e, portanto, os aplicativos e/ou funções podem variar dentre as instituições.

Mas, em geral, pode-se dizer que a pessoa jurídica pode realizar as seguintes transações sem sair de casa:

  • Consulta a tabelas de valores por transações;
  • Recebimento de pagamentos;
  • Realização de pagamentos, conforme o limite pré-estabelecido;
  • Possibilidade de realizar empréstimos de valores baixos;
  • Gerenciamento das finanças e impressão de relatórios;
  • Conclusão de transferências bancárias;

Para saber mais detalhes sobre o assunto, é preciso consultar o regimento e os planos de cada instituição. A partir disso, torna-se possível escolher aquele banco que mais tem a “cara” e o perfil do seu negócio!

Em caso de dúvidas sobre o assunto, consulte o gerente da instituição bancária em questão e continue acompanhando o blog da Controle Agora.