Abertura de empresa individual: Como fazer?

Abertura de empresa individual

Abertura de empresa individual: Como fazer?

Abertura de empresa individual: Como fazer? 1200 668 Controle Agora

Você decidiu começar um negócio é realizar a abertura de empresa individual. Mas e agora? Quais assuntos devem ser organizados antes que sua empresa exista oficialmente?

Para saber mais sobre como proceder na abertura de empresa individual, confira o nosso artigo de hoje, pois trouxemos algumas dicas organizadas em etapas.

Abertura de empresa individual: Como fazer?

Etapa 1: Redigindo um plano de negócios

Para a abertura de empresa individual você deve criar um plano de negócios. Neste documento você descreve para você mesmo qual é o tipo de empresa que deseja iniciar.

Passo 2: Escolhendo uma forma legal

Você pode escolher entre diferentes formas legais. Toda empresa tem sua forma jurídica ideal, principalmente devido à diferença de responsabilidade e impostos.

Etapa 3: Pesquisando acomodações de negócios

Quando você realizar a abertura de empresa individual, você terá que administrar seu negócio em algum lugar. Deste modo, encontrar um local adequado para sua empresa é essencial.

A acessibilidade, a aparência e o ambiente de trabalho contribuem para o sucesso do seu negócio e dependem parcialmente da sua acomodação.

Caso o início das operações sejam realizadas em “home office”, existem várias alternativas de “escritórios virtuais”, coworkings que emprestam seus endereços para os empreendedores indicarem como endereço comercial e/ou fiscal.

Assim, mesmo trabalhando de casa, o empreendedor poderá ter um endereço comercial profissional.

Etapa 4: Registre-se com as autoridades fiscais

Como empresário iniciante, você é elegível para regimes fiscais especiais, dependendo do seu faturamento anual.

Portanto, você também deve estar registrado como um empreendedor iniciante junto às Autoridades Fiscais. Entretanto, muitas vezes isto não é muito fácil e envolve um pouco de burocracia.

O melhor caminho é contratar um escritório especializado para realizar o processo, que irá passar seus dados para as autoridades fiscais.

Deste modo, você receberá o seu número de CNPJ, que deverá mencionar nas suas notas fiscais. Você pode encontrar mais informações no site da Receita Federal.

Etapa 5: Organizando a administração

Ao realizar a abertura de empresa individual, você também tem que lidar com muitos deveres administrativos.

A lei exige que você mantenha uma administração comercial, através da declaração fiscal de compra e venda de bens e serviços.
Além disso, os dados básicos como o razão, os devedores e credores, o estoque, a compra e venda e a folha de pagamento devem ser mantidos. Para isso você mantém o seguinte:

  • As notas fiscais que você emite e paga;
  • Suas despesas e recibos;
  • O uso privado de bens e serviços.

Etapa 6: Organize suas políticas bancárias e de seguros

Certifique-se de que sua empresa tenha sua própria conta e, de preferência, use o Internet Banking. Dessa forma, você sempre pode organizar seus assuntos financeiros rapidamente.

Claro que também é importante que você obtenha a possibilidade de ter financiamento para a empresa. Também é importante que você tenha as apólices de seguro certas. Seguros que você deve pensar são:

  • Seguro de responsabilidade civil;
  • Seguro de assistência jurídica;
  • Seguro de invalidez;
  • Seguro de saúde;
  • Seguro de vida.

Etapa 7: Recrutamento de pessoal

Muitos empresários iniciantes apenas começam seu negócio. No entanto, em alguns casos, quando for realizar a abertura de empresa individual será necessário imediatamente ter um pessoal qualificado. Para isso, faça as seguintes questões:

  • Quantos membros da equipe eu preciso?
  • Em que horas?
  • Trabalharei com funcionários em tempo integral, em meio expediente ou de plantão?
  • O que eu espero dos meus novos funcionários (perfil de trabalho)?

Etapa 8: Organizando Registros

Quando você realizar a abertura de empresa individual, você quer proteger seu produto para que um concorrente não possa simplesmente copiar seu produto.

Você também quer ter certeza de que um concorrente não está comercializando algo parecido com o seu produto. Para isso, há vários registros que você pode fazer para proteger seu produto:

  • Registro de marca: Você pode registrar sua marca através de um registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI. Vale lembrar que somente o registro na Junta Comercial ou Receita Federal garantem a proteção de marca.
  • Proteção de patente: Com uma patente, você ‘reivindica’ uma invenção e ninguém mais pode explorá-la comercialmente.
  • Propriedade Intelectual: Alguns aspectos únicos de produtos e serviços precisam de proteção legal. O Brasil tem leis que regulam essa “propriedade intelectual”. Você pode ser assistido mediante registro por um especialista legal no campo de patentes, marcas e projetos.

E se você gostou do nosso artigo de hoje sobre algumas etapas do processo de abertura de empresa individual, então continue em nosso site e confira muito mais.